AURICULOTERAPIA FRANCESA

Esta técnica começou a ser pesquisada e desenvolvida pelo francês Dr. Paul Nogier na década de 50 e continua até hoje com o seu filho Dr. Raphael Nogier e outros pesquisadores em Lyon.

Diferentemente da auriculoterapia chinesa que é baseada nos tradicionais meridianos, a francesa trabalha exclusivamente com os pontos reflexos do pavilhão auricular na relação neuroendócrinafisiológica. A idéia básica é que a representação do sistema nervoso é feita de tal maneira que, na orelha, nós encontramos pontos que representam diferentes órgãos. Ou seja, colocando agulhas nas orelhas nós podemos agir sobre as funções desses órgãos ou sobre as dores nas áreas relacionadas a eles.

Diversas patologias podem ser tratadas com esta técnica, como problemas de pele (acnes), alergias, bruxismo, briquismo, bursites, compulsividade alimentar, constipação intestinal, depressão, problemas do aparelho digestivo, distúrbios de: lateralidade; do sono; mandibulares; motores do membros superiores e inferiores, fadigas em geral, gastrite, hemorroidas, nevralgias, nervo trigêmeo, refluxo, rinites, tabagismo, síndromes alimentares, etc.